A importância de incentivar carreiras em tecnologia para meninas | Happy Code
Happy Code | Escola de Programação e Robótica

A importância de incentivar carreiras em tecnologia para meninas

março 12, 2018

No mês que comemoramos o Dia Internacional das Mulheres (08 de março), temos todos a oportunidade de nos posicionarmos a favor de maior diversidade no campo científico.  É um mês para celebrar o papel vital que as mulheres desempenharam na formação da sociedade moderna. Ultimamente, ouvimos cada vez mais sobre a importância das mulheres nos campos de ciência, tecnologia, engenharia e matemática (STEM), mas cientistas inspiradoras e figuras de tecnologia não são um novo conceito. Mulheres fortes, brilhantes e inspiradoras sempre estiverem por aí, desempenhado um papel vital no avanço científico e tecnológico e na inovação.

Mas mesmo assim, o número de meninas com acesso a competências tecnológicas está caindo – e nós temos que mudar isso. O desequilíbrio de gênero no mundo é preocupante em todas as profissões, mas quando citamos o setor da tecnologia as estatísticas são ainda mais alarmantes.

Você sabia que apenas 26% dos empregos de tecnologia são ocupados por mulheres? Os trabalhadores de tecnologia representam 6% da força de trabalho total e, embora tenha havido uma duplicação da importância da educação STEM nos últimos 10-15 anos, parece que apenas recentemente houve um grande impulso para encorajar as meninas e as mulheres jovens.

No futuro, aqueles que tiveram acesso à programação terão muitas oportunidades de uma carreira de sucesso. Haverá 1,4 milhão de novos empregos em ciência da computação em 2020, mas segundo os pesquisadores, apenas 3% serão preenchidos por mulheres. É preciso incentivar meninas aos novos modelos de educação e capacitá-las para o futuro.

Segundo especialistas, o motivo pelo desinteresse feminino nas áreas ligadas à inovação e tecnologia ainda é cultural. Na infância enquanto os meninos são encorajados a interagir com brinquedos tecnológicos desde sempre, as meninas ainda são direcionadas para as bonecas. De acordo com o livro Unlocking the Clubhouse: Women in Computing (“Entrando no clubinho: mulheres na computação”, em tradução literal), da pesquisadora Jane Margolis, metade das famílias americanas em 2002 colocava o PC doméstico da casa no quarto do filho.

Todas as crianças são capazes de aprender linguagens de programação, discutir sobre inovação, desenvolver projetos que podem transformar e melhorar a sociedade. A tecnologia faz parte da nossa rotina e permite um mundo infinito de possibilidades, onde as meninas são parte fundamental.

 

Sobre a Happy Code

A Happy Code é uma escola de tecnologia e inovação para meninas e meninos, criada a partir da necessidade do ensino de competências digitais para uma geração que já nasceu conectada. Nosso método de ensino é baseado no conceito global STEM – Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática – que trabalha disciplinas fundamentais na formação de alunos mais preparados para lidar com os novos desafios da era digital.

Oferecemos cursos interativos de programação, desenvolvimento de games e aplicativos, robótica com drones, Internet das Coisas e mais, introduzindo os alunos a um ambiente inovador como o exigido pelo mundo atual. Por meio do aprendizado baseado em projetos, nosso conteúdo estimula o raciocínio, a criatividade e o pensamento crítico.

Happy Code continua em expansão e chega em breve a Palhoça-SC, com os melhores cursos de tecnologia e inovaçãoA internet é realmente um bom lugar para fazer pesquisas?